do lado de lá

O PROJETO DO LADO DE LÁ, foi fundado em 2010, pela Diretoria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (DADS) de Novo Horizonte/SP, através de sua diretora Ana Maysa dos Santos Cogo Graciano, com o intuito de incluir crianças e adolescentes, dos Bairros São José e Esplanada, em prática esportivas e culturais.

Para abrigar este projeto, foi construído o Centro Comunitário “Oscar Antônio Jannes”.

Para realização deste projeto Dona Maysa chamou Daniel dos Santos Silva e Eder Luis da Silva para serem professores já que eram moradores da própria comunidade, inconformados com a atual situação da juventude, e observando os índices de criminalidade e consumo de drogas aumentando a cada dia, então assumiram juntamente com a DADS a diretoria deste projeto, e se responsabilizaram pelas aulas de música e futebol.

A partir de então o projeto obteve grande aceitação por parte dos moradores, recebendo apoio de diversas pessoas, entre elas estão Juliédri Gonçalves Primo, que se voluntariou para ajudar em toda organização do projeto e o B.Boy Paulo Dublê, para aulas de dança.

Após 1 ano de atividades, os resultados já eram visíveis, onde mais de 150 crianças e adolescentes já eram atendidos pelo Projeto Do Lado De Lá, causando um impacto muito positivo para toda a cidade, pois o bairro que antes tinha um dos maiores índices de criminalidade agora começava a ser modelo para outros bairros que viviam da mesma forma.

No início de 2012, com a mudança da Gestão Municipal, a diretoria foi notificada que a continuação do Projeto Do Lado De Lá não estava nos planos de governo da atual administração e que o mesmo teria que deixar o espaço que ocupava no Centro Comunitário “Oscar Antônio Jannes”.

Sem local para realizar as atividades o projeto teve que ser paralisado, e após um ano, vários adolescentes ingressaram no crime, drogas e prostituição.

O casal Daniel e Juliedri, receberam diversas mensagens de apoio para que o projeto tivesse suas atividades retomadas. Decidiram por então dar continuidade, e realizar as aulas de música agora em sua residência e o futebol, mesmo que sem nenhuma estrutura, no Recinto de Rodeio da cidade.

A partir de então só ficaria de fora as aulas de dança, mas obtiveram o apoio do professor B. Boy Paulo Dublê, o qual se prontificou a ministrar as aulas no quintal de sua casa. E em meados do ano de 2016, o Projeto conseguiu ladrilhar o quintal da casa do professor, para atender os jovens que apreciam a cultura do Break Dance.

Com poucos recursos, mas com uma vontade imensa de trabalhar em prol dos necessitados, o Do Lado de Lá tem realizado atividades como reflorestamentos, festa das crianças, Páscoa, Festa Junina, Acampamentos, viagens visando o lazer, como as realizadas para o Thermas dos Laranjais e para cinemas, e também viagem de incentivo cultural como para Museu e Biblioteca de São Paulo, e muitas outras atividades.

Atualmente atendemos em média 100 crianças, adolescentes e jovens com aulas de Música, Dança, Poesia e Futebol.

É de grande importância destacar que um projeto que começou voltado para a população dos Jardins São José e Esplanada, hoje atende crianças de vários bairros de toda a cidade.

Por fim, em 2016, os diretores resolveram por regularizar o que antes era chamado de Projeto Do Lado De Lá em uma ONG (Organização Não Governamental), o qual se denomina hoje “Organização Do Lado De Lá”.

Estes são alguns dos resultados obtidos, 4 músicas compostas, 6 músicas gravadas, 11 alunos formados em auxiliar em mecânica, mais de 60 poesias escritas, mais de 40 jogos de futebol oficiais, 3 participações em festivais de dança, 4 saraus de poesia, 2 reflorestamento, 4 viagens regionais, 2 peças de teatro e mais de 50 apresentações com música, danças e artes.

Gostou da iniciativa? Contribua para que o projeto possa continuar:

Banco Itaú
AG: 1539
C.C: 25.793-9
Organização Do Lado De Lá.

compartilhe esse projeto: